Arquivos para posts com tag: hip hop

Illa jSounds Like Love by Illa J
In Yancey Boys
From Detroit, MI, USA

O mês de fevereiro é um tanto importante para os fãs e apreciadores de J Dilla, já que no dia 7 deste mês seria seu aniversário e no dia 10 se completaram 7 anos sem o talentoso produtor entre nós. Para não deixar essas datas passarem em branco, apresentamos hoje seu irmão mais novo John, conhecido pelo nome de Illa J.

Seu debut álbum, intitulado Yancey Boys, é de certo modo um trabalho inteiro em colaboração entre os irmãos, já que Dilla produziu todas as faixas. O disco é levado por um hip hop sofisticado, com suaves toques de soul e jazz, sempre apelando para o lado emocional em suas letras.

O álbum todo é excelente, já que por falta de 1 temos 2 membros da família Yancey no mesmo disco, mas vale ressaltar a simbologia deste trabalho e toda a importância dele na história e no legado de Jay Dee, pois é com esse legado que esperamos que a música de Dilla possa influenciar as futuras gerações do hip hop por muitos anos. Rest in peace, James.

Yancey Boys | 2009

Yancey Boys | 2008

Anúncios

projota-muita-luz-665x400Muita Luz por Projota
De São Paulo, SP, Brasil

Projota aparece no incio deste ano com material novo, a canção em questão é Muita Luz, que fará parte da sua próxima compilação que receberá o mesmo nome. O tido como comportado e tranquilo rapper, que sempre passa uma mensagem de amor, superação e essas coisas que nas palavras do mesmo são para construir e não destruir. Faz menção a uma canção do rapper Don L de forma ferina e mostra seu descontentamento com canções ao estilo da Blim-Blim de Don L. Mas além desta menção Projota cita os reis, Roberto Carlos e Pelé, além de Denzel Washington. A música é boa e conta com a produção do Dj Caique assim como a fotografia do vlipe. Podemos ter uma boa expectativa para o Muita Luz.

DOWNLOAD

“Muita Luz” Single

SantsAlone por Diego Santos
Em Soundies
De São Paulo, SP, Brasil

“Rnb do começo do século, Nickelodeon, Spacejam, Kenan & Kel, Street Fighter, Papa Léguas, etc” tudo isso é bastante interessante, certo? São com essas palavras que Diego Santos, aka Sants descreve seu primeiro EP, lançado no começo deste ano.

Nesse primeiro lançamento do produtor, ele traz samples dos 90s que são facilmente reconhecidos e despertam aquela ponta de nostalgia, tudo isso associado à um instrumental pesado que se encontra no hip-hop e beira a trap music. Após ouvir o EP Soundies inúmeras vezes é certíssimo afirmar que este jovem rapaz é uma grande revelação da música  underground nacional e uma grande aposta para ficarmos de olho nos próximos anos.

Soundies | 2013

Soundies | 2013

Kendrick Lamar

Música: Bitch, Don’t Kill My Vibe
Artista: Kendrick Lamar
Álbum: good kid, m.A.A.d city (2012)
Origem: Compton, CA, USA
Sobre: Após o sucesso de seu debut Section.80, um dos melhores discos do último ano. K-Dot assinou seu primeiro contrato com uma grande gravadora, a Interscope Records, juntamente com seus parceiros de Black Hippy (Schoolboy Q, Jay Rock e Ab-Soul) encerrando assim sua carreira como artista independente.
Seu primeiro projeto como artista da Interscope, Good Kid, M.A.A.D City, correspondeu as expectativas dos fãs, e já é apontado como um dos favoritos a posto de melhor álbum do ano.

A short film by Kendrick Lamar, a frase escrita na capa já nos deixa claro que o registro se concentra de forma integral na vida de Kendrick. Um jovem que cresceu em Compton, considerada uma das cidades mais perigosas dos Estados Unidos. Berço de gangues como Bloods e Crips, e de rappers como Eazy-E e Dr. Dre.
As narrações, os diálogos e acontecimentos que aparecem durante e entre cada faixa, como o tiroteio ao termino de Swimming Pools, que termina na morte de um amigo do rapper, nos proporcionam uma verdadeira viagem. Uma viagem ao universo particular de K-Dot.

O disco consiste em doze faixas (quinze na versão deluxe), porém é como se cada verso, cada rima, fizesse parte de um imenso roteiro. Por esse motivo, escolher uma só música para estar em nossa lista, além de ser uma tarefa de extrema dificuldade, acaba sendo uma total injustiça.
Bitch, Don’t Kill My Vibe faixa número dois, produzida por Sounwave, fica com a nossa medalha de prata, porém méritos totais para esse belo projeto de Kendrick, que daqui a alguns anos, com toda certeza será lembrado como um clássico!

good kid, m.A.A.d city (2012)

Joey Bada$$

Música: Waves
Artista: Joey Bada$$
Álbum: 1999 (2012)
Origem: Brooklyn, NY, USA
Sobre: O  novato do Brooklyn colocou sua primeira mixtape na rede esse ano, com a proposta de resgatar o rap feito nos anos 90.
O projeto é uma espécia de ode ao hip-hop nova-iorquino dos anos 90, influenciado por grandes nomes como Nas, Notorious BIG e Jay-Z. Ironicamente, Joey Bada$$ é jovem, possui apenas 17 anos, porém mesmo assim é fortemente influenciado pela década de ouro do rap – na minha humilde opinião.

Criatividade! Essa é a palavra que melhor define o projeto. 1999 é uma mixtape completa, que não presta apenas uma homenagem aos grandes nomes de Nova Iorque, mas também reforça a ideia de que a cidade é o principal centro da nova geração.

1999 (2012)

A$AP RockyLong Live A$AP by Rakim Mayers
In Long.Live.A$AP
From New York, NY, USA

Após o ano de 2012, podemos afirmar que A$AP Rocky viverá para sempre – já que é basicamente disso que se trata o refrão da canção foco deste post -, vamos explicar o porquê.

O tão esperado debut álbum do rapper do Harlem vazou um mês antes do lançamento oficial, mas isso não é importante. Em certos casos o vazamento de álbum é importante para que haja um hype maior sobre o lançamento oficial; Rocky não precisava disso, já que o lançamento da brilhante Goldie em abril já deixou todos ansiosos, além das frequentes mudanças na data do lançamento. O disco previsto para o fim de 2012 chegou a ser passado para 2013. Provavelmente não haverão mais mudanças na data de lançamento.

Já há pouco tempo atrás, Rocky lançou a música seguida de vídeo Fuckin’ Problems, que conta com a participação de 2 Chainz, Drake e Kendrick Lamar. Um time de rappers bastante respeitável (com exceção de 2 Chainz) para um single. E quase simultaneamente ao leak do álbum, vazou também a música 1 Train, que conta com um verdadeiro esquadrão de rappers, sendo estes:  Kendrick Lamar, Joey Bada$$, Yelawolf, Danny Brown, Action Bronson & Big K.R.I.T., creio que não seja preciso dizer mais nada.

O álbum, como um todo, começa com a mesma intensidade de suas mixtapes anteriores, músicas que têm tudo que é preciso para serem hits, participações de outros rappers que já fazem parte do cotidiano de Rocky, como ScHoolboy Q e a peculiar presença de Skrillex produzindo a faixa Wild For The Night. Já a parte final do disco traz à tona o lado poético do rapper, com beats mais suaves que deixam o caminho livre para que ele possa soltar, de forma solo, suas rimas que se encaixam perfeitamente umas nas outras.

Mas estamos aqui por um motivo, falar sobre a canção que marca a presença de A$AP Rocky nesta lista de melhores do ano. Long Live A$AP foi escolhida por retratar já de cara toda a arquitetura do álbum de mesmo nome. Muito bem produzida pro Jim Jonsin e Rico Love, e com a direção do próprio Rocky em seu vídeo, a música não deixa nada passar e segue impecável do começo ao fim, assim como todo o Long.Live.A$AP.

Rocky não falhou nem ao escolher o título do álbum, pois A$AP Rocky e sua música viverão para sempre, sim.   Long Live!

Long.Live.A$AP | 2013

Long.Live.A$AP | 2013

kidMúsica: Just What I Am
Artista: Kid Cudi feat. King Chip
Álbum: Indicud (2013)
Origem: Cleveland, Ohio, EUA
Sobre: Kid Cudi começou a rimar no fim do colegial, inspirado por grupos de hip-hop alternativo, como The Pharcyde e A Tribe Called Quest. A fim de perseguir seu sonho, se mudou para Nova York, para tentar uma carreira musical. Em 2008 lançou sua primeira mixtape, A Kid Named Cudi. A mixtape rapidamente chamou a atenção de Kanye West, CEO da G.O.O.D. Music, que assinou com Cudi naquele mesmo ano.

O primeiro trabalho de Cudi como artista da gravadora foi no álbum 808s & Heartbreak de Kanye, participando no som “Welcome to Heartbreak”, e ajudando nas composições de “Heartless” e “Paranoid”.

Em 2009, foi lançado seu primeiro álbum, Man on the Moon: The End of Day, que conta com “Day ‘n’ Nite” como principal single, maior sucesso de Cudi até hoje.

A continuação de The End of Day, foi lançada em 2010, Man on the Moon II: The Legend of Mr. Rager, vendeu cerca de cento e setenta mil cópias em sua semana de estreia. O principal single do álbum, “Erase Me”, contou com a participação de Kanye West.

Em junho de 2012, Cudi anunciou que seu terceiro álbum irá se chamar Indicud, e será disco duplo. Em 12 de agosto, lançou o primeiro single,  “Just What I Am”, que conta com a participação de seu amigo e colaborador de longa data King Chip (anteriormente Chip tha Ripper). O álbum está previsto para ser lançado em março de 2013.

Just What I Am

Just What I Am – SINGLE

%d blogueiros gostam disto: