Arquivos para posts com tag: 2012

Rick Ross100 Black Coffins by Rick Ross
In Django Unchained Soundtrack
From Coahoma County, MS, USA

A trilha sonora sempre foi um importante ponto na produção de um filme, as películas de Quentin Tarantino são bastante reconhecidas e respeitadas por este elemento, não é diferente em seu mais recente trabalho Django Unchained, a trilha sonora é impecável e orna perfeitamente com as cenas de drama e bang-bang.

Além da participação de John Legend, Elisa Toffoli e um mashup de James Brown e 2Pac, Rick Ross também dá as caras com a forte 100 Black Coffins que foi produzida pelo Django em pessoa, aka Jamie Foxx.

O filme Django Unchained e sua trilha sonora são sem dúvidas mais uma obra-prima de Tarantino, o único pecado foi a canção Wiseman de Frank Ocean ter ficado de fora, mas nós a incluímos no download abaixo. De qualquer forma, assista o filme e ouça a trilha sonora sem medo.

Django Unchained Soundtrack | 2012

Django Unchained Soundtrack | 2012

Ghosst(s) by Lorn
In Ask The Dust
From Milwauke, WI, EUA

Nascido como Marcos Ortega, Lorn é um desses Dj’s experimentais de fazerem os simplórios amantes da música redecobrirem o poder da originalidade numa canção, estirpe tão já cheia de membros do naipe de J Dilla e Flying Lotus.

Ask The Dust é o retorno de Marcos após o bem recebido Nothing Else de 2010, mas agora nas palavras do próprio artista as canções não são mais frias e estritivas, todo o novo álbum passa uma sensação de assombro como se o ouvinte ficasse preso dentro das oleosas víscera de Lorn. Além deste fato, este é o primeiro trabalho do Dj, onde ao invés de se utilizar de samples ele faz uso de seus próprios vocais.

Um dado interessante se refere ao nome do álbum: este fora baseado num romance de 1939 de John Fante, também intitulado Ask The Dust. O romance se passava numa Los Angeles atormentada pela Grande Depressão e o personagem principal era uma espécie de alter-ego de Fante.  Mas voltando à aspectos essencialmente musicais, o trabalho é incrível e deve ser ouvido sem sombras de dúvidas assim como o single e o seu belo clipe abaixo.

Ask The Dust (2012)

Ask The Dust (2012)

Bad Religion by Christopher Francis Ocean
In channel ORANGE
From New Orleans, LA, USA

Após lançar uma das melhores mixtapes do ano passado, a Nostalgia, ULTRA, Frank Ocean carregava para 2012 uma grande responsabilidade em seus ombros, já que esperávamos algo ainda melhor por vir de seu então futuro e debut álbum, que recebeu o nome de channel ORANGE.

Junto ao álbum, veio também uma grande revelação: Frank postou em seu Tumblr um texto em forma de imagem, onde ele assume sua bissexualidade, declarando que seu primeiro grande amor foi por um homem. A notícia surpreendeu à todos em primeiro momento, há tempos não havia uma revelação tão polêmica – e relevante – no mundo da música, mas o apoio veio por parte de todos, músicos, mídia, seus colegas de Odd Future e principalmente de seus fãs.

Grande parte do álbum toca neste assunto, já na canção Thinkin’ Bout You que passou a ser interpretada de uma forma um pouco diferente após a declaração do cantor. Também notamos isso nas belas faixas Pink Matter, que conta com a participação de Andre 3000 e em Forrest Gump que encerra o disco.

[audio http://www19.zippyshare.com/d/58620502/1498/14%20Bad%20Religion.mp3]

Mas o ponto alto de tudo isso é a canção Bad Religion, a melhor e mais importante música do álbum, que narra em um par de minutos seu amor não correspondido por este rapaz e sua opção sexual em geral em relação ao mundo e como pode afetar sua vida.

A música é verdadeiramente emocionante, e o fato de ela estar presente ou não em listas de Melhores do Ano não é importante, ela é um marco na carreira do cantor e na história da música negra. Se Frank Ocean era um músico respeitável ele se tornou em 2012 um músico digno de admiração.

channel ORANGE | 2012

channel ORANGE | 2012

Kendrick Lamar

Música: Bitch, Don’t Kill My Vibe
Artista: Kendrick Lamar
Álbum: good kid, m.A.A.d city (2012)
Origem: Compton, CA, USA
Sobre: Após o sucesso de seu debut Section.80, um dos melhores discos do último ano. K-Dot assinou seu primeiro contrato com uma grande gravadora, a Interscope Records, juntamente com seus parceiros de Black Hippy (Schoolboy Q, Jay Rock e Ab-Soul) encerrando assim sua carreira como artista independente.
Seu primeiro projeto como artista da Interscope, Good Kid, M.A.A.D City, correspondeu as expectativas dos fãs, e já é apontado como um dos favoritos a posto de melhor álbum do ano.

A short film by Kendrick Lamar, a frase escrita na capa já nos deixa claro que o registro se concentra de forma integral na vida de Kendrick. Um jovem que cresceu em Compton, considerada uma das cidades mais perigosas dos Estados Unidos. Berço de gangues como Bloods e Crips, e de rappers como Eazy-E e Dr. Dre.
As narrações, os diálogos e acontecimentos que aparecem durante e entre cada faixa, como o tiroteio ao termino de Swimming Pools, que termina na morte de um amigo do rapper, nos proporcionam uma verdadeira viagem. Uma viagem ao universo particular de K-Dot.

O disco consiste em doze faixas (quinze na versão deluxe), porém é como se cada verso, cada rima, fizesse parte de um imenso roteiro. Por esse motivo, escolher uma só música para estar em nossa lista, além de ser uma tarefa de extrema dificuldade, acaba sendo uma total injustiça.
Bitch, Don’t Kill My Vibe faixa número dois, produzida por Sounwave, fica com a nossa medalha de prata, porém méritos totais para esse belo projeto de Kendrick, que daqui a alguns anos, com toda certeza será lembrado como um clássico!

good kid, m.A.A.d city (2012)

Major LazerGet Free by Major Lazer
In Free The Universe (unreleased)
From Philadelphia, PA, USA / Port Of Spain, Trinidad & Tobago

No final de agosto deste ano, dissemos aqui que tanto a música quanto o clipe Get Free poderiam ser inclusos em qualquer lista de melhores do ano. Bom, em “qualquer” lista eu não sei, mas com certeza Major Lazer está presente nas mais importantes da internet, inclusive na do Frenan Music, e eles abrem aqui o pódio do Especial de Melhores do Ano no blog.

Apesar de ocuparem apenas a 3ª posição, Diplo talvez tenha sido o produtor musical que mais se destacou e inovou em todos os sentidos em 2012, principalmente com sua gravadora Mad Decent, selo do que há de mais bizarro porém de mais alta qualidade na música atualmente.

A única decepção envolvendo Diplo e Major Lazer no ano foi o álbum Free The Universe ter seu lançamento atrasado lá pra 2013, mas a tracklist já foi divulgada e com as participações previstas é impossível esperar algo fraco vindo dali.

De qualquer forma, creio eu que esta seja uma posição muito digna para Diplo (ou o Major Lazer como um todo), Amber Coffman, que adiciona um bocado de impecabilidade à canção, e à SoMe que dirigiu o belíssimo videoclipe para a música.

Get Free SINGLE | 2012

Get Free SINGLE | 2012

Joey Bada$$

Música: Waves
Artista: Joey Bada$$
Álbum: 1999 (2012)
Origem: Brooklyn, NY, USA
Sobre: O  novato do Brooklyn colocou sua primeira mixtape na rede esse ano, com a proposta de resgatar o rap feito nos anos 90.
O projeto é uma espécia de ode ao hip-hop nova-iorquino dos anos 90, influenciado por grandes nomes como Nas, Notorious BIG e Jay-Z. Ironicamente, Joey Bada$$ é jovem, possui apenas 17 anos, porém mesmo assim é fortemente influenciado pela década de ouro do rap – na minha humilde opinião.

Criatividade! Essa é a palavra que melhor define o projeto. 1999 é uma mixtape completa, que não presta apenas uma homenagem aos grandes nomes de Nova Iorque, mas também reforça a ideia de que a cidade é o principal centro da nova geração.

1999 (2012)

A$AP RockyLong Live A$AP by Rakim Mayers
In Long.Live.A$AP
From New York, NY, USA

Após o ano de 2012, podemos afirmar que A$AP Rocky viverá para sempre – já que é basicamente disso que se trata o refrão da canção foco deste post -, vamos explicar o porquê.

O tão esperado debut álbum do rapper do Harlem vazou um mês antes do lançamento oficial, mas isso não é importante. Em certos casos o vazamento de álbum é importante para que haja um hype maior sobre o lançamento oficial; Rocky não precisava disso, já que o lançamento da brilhante Goldie em abril já deixou todos ansiosos, além das frequentes mudanças na data do lançamento. O disco previsto para o fim de 2012 chegou a ser passado para 2013. Provavelmente não haverão mais mudanças na data de lançamento.

Já há pouco tempo atrás, Rocky lançou a música seguida de vídeo Fuckin’ Problems, que conta com a participação de 2 Chainz, Drake e Kendrick Lamar. Um time de rappers bastante respeitável (com exceção de 2 Chainz) para um single. E quase simultaneamente ao leak do álbum, vazou também a música 1 Train, que conta com um verdadeiro esquadrão de rappers, sendo estes:  Kendrick Lamar, Joey Bada$$, Yelawolf, Danny Brown, Action Bronson & Big K.R.I.T., creio que não seja preciso dizer mais nada.

O álbum, como um todo, começa com a mesma intensidade de suas mixtapes anteriores, músicas que têm tudo que é preciso para serem hits, participações de outros rappers que já fazem parte do cotidiano de Rocky, como ScHoolboy Q e a peculiar presença de Skrillex produzindo a faixa Wild For The Night. Já a parte final do disco traz à tona o lado poético do rapper, com beats mais suaves que deixam o caminho livre para que ele possa soltar, de forma solo, suas rimas que se encaixam perfeitamente umas nas outras.

Mas estamos aqui por um motivo, falar sobre a canção que marca a presença de A$AP Rocky nesta lista de melhores do ano. Long Live A$AP foi escolhida por retratar já de cara toda a arquitetura do álbum de mesmo nome. Muito bem produzida pro Jim Jonsin e Rico Love, e com a direção do próprio Rocky em seu vídeo, a música não deixa nada passar e segue impecável do começo ao fim, assim como todo o Long.Live.A$AP.

Rocky não falhou nem ao escolher o título do álbum, pois A$AP Rocky e sua música viverão para sempre, sim.   Long Live!

Long.Live.A$AP | 2013

Long.Live.A$AP | 2013

%d blogueiros gostam disto: